A descendência sefardita e a cidadania portuguesa são temas de evento em Natal e em Fortaleza

0
662

Com o objetivo esclarecer as principais etapas da comprovação da descendência judaico-sefardita e como adquirir a nacionalidade portuguesa, a Martins Castro Consultoria Internacional promove o evento Nacionalidade Portuguesa: origem judaica das famílias do RN e CE. No roteiro estão as cidade de Natal (RN) e em Fortaleza (CE), nos dias 6 e 13 de junho respectivamente.

O acesso é gratuito e aberto a todos que têm interesse no tema, mas é preciso fazer inscrição prévia, pois as vagas são limitadas.

Faça agora a sua inscrição!

Veja a programação:

1.NATAL – RN

Data: 06 de junho
Hora: das 19h às 21h
Local: Sede da OAB RN

PROGRAMAÇÃO:
Tema: O Processo de Nacionalidade Portuguesa pela via judaico-sefardita
Palestrante: Renato Martins, advogado especializado em processos de nacionalidade portuguesa
Mediador: Manoel Onofre, Promotor de Justiça e descendente de judeus sefarditas

Tema: A origem judaica das famílias do RN 
Palestrante: Filipe Azevedo, genealogista
Mediadora: Soledade Fernandes, juíza aposentada (TJ RN), advogada e descendente de judeus sefarditas

2. FORTALEZA – CE

Data: 13 de junho
Hora: das 19h às 21h
Local: Fiec | Câmara Brasil Portugal
Avenida Barão de Studart, 1980 – Aldeota, Fortaleza

PROGRAMAÇÃO:
Tema: O Processo de Nacionalidade Portuguesa pela via judaico-sefardita
Palestrante: Renato Martins, advogado especializado em processos de nacionalidade portuguesa.
Mediador: Cândido Albuquerque, professor e advogado

SAIBA MAIS SOBRE AS FAMÍLIAS DANTAS FERNANDES!

Sobre o a nacionalidade portuguesa via judeus sefarditas:

A partir de 2015, Portugal passou a conceder o direito a nacionalidade aos descendentes das comunidades judaicas que foram perseguidos pelo Estado e pela Igreja Católica, entre 1492 e 1773. Parte desses judeus, chamados de “sefarditas”, migraram para a região Nordeste e famílias do Rio Grande do Norte e Ceará já conseguiram comprovar sua descendência a esses antigos colonizadores.

Atualmente, estima-se que milhares de norte-rio-grandenses e cearenses tenham direito a requerer a nacionalidade portuguesa com base na comprovação de origem sefardita, hipótese prevista no art. 6, 7 da Lei da Nacionalidade (Lei nº 37/81).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here