5 tipos de documentos para a comprovação do vínculo sefardita

0
116

Há uma série de documentos históricos importantes para a comprovação da descendência sefardita e que estão disponíveis para pesquisa. Muitos, inclusive, são gratuitas. Criamos uma lista para ajudá-los.

Aqui é importante retroceder ao máximo na sua ascendência. É o momento de juntar as certidões dos seus pais, avós, bisavós, trisavós etc. Isso não é nenhum bicho de sete cabeças. Eis os documentos que podem ser usados:

1. Registros de nascimentos/batizados

2. Registros de óbitos

3. Registros de casamentos
Importante: a certidão de casamentos dos seus avós traz também os registros dos seus bisavós. Ou seja, já facilita! Na ausência das certidões, pergunte aos membros mais velhos da família o local de nascimento, casamento ou óbito dos seus avós ou bisavós. Sabendo disso, você pode consultar os cartórios dessas regiões. Os contatos de todos os cartórios podem ser obtidos via internet, em uma consulta rápida.

VOCÊ PODE COMEÇAR A SUA ÁRVORE GENEALÓGICA.

4. No site www.familysearch.org
Este site é a principal ferramenta para quem deseja fazer a própria genealogia. Comece a explorá-la!

5. Bibliografias
• Nobiliarquia Pernambucana: Disponível online, escrita por J.V. Borges da Fonseca na segunda metade do Século XVIII, com várias famílias de Pernambuco e algumas de outros estados, como o Ceará, Paraíba e Sergipe.

• Revistas dos Institutos Históricos: com vários artigos, alguns deles tratando de genealogias de diversas famílias.

• Cronologia Sobralense: escrito pelo Padre Sadoc de Araújo, a série de 5 livros é obrigatória para quem tem raízes na cidade de Sobral (CE). Além de traçar dia a dia o que ocorreu em Sobral desde sua fundação, a obra registra a trajetória das famílias mais antigas da região norte cearense.

• Genealogia Paulistana: escrito por Luís Gonzaga da Silva Leme entre os anos de 1903 e 1905, os nove volumes da obra trazem mais de duas mil páginas sobre as famílias que povoaram São Paulo e de lá ocuparam o restante do país.

• Catálogo Genealógico das Principais Famílias de Frei Jaboatão: Frei Jaboatão registra mais de 150 famílias em seu famoso Catálogo genealógico, especialmente da região da Bahia.

• Nobiliarquia Paulistana: Pedro Taques anota a descendência de 25 famílias em sua Nobiliarquia paulistana. Em sua obra é possível conhecer a trajetória de diversos povoadores do Brasil.

• Artigos acadêmicos, dissertações e teses já publicadas: o rigor científico observado nos inúmeros trabalhos produzidos por pesquisadores de diversas universidades em todo o Brasil confere a este material, muitas vezes, mais confiabilidade do que diversas obras genealógicas mais conhecidas.

VOCÊ PODE COMEÇAR A SUA ÁRVORE GENEALÓGICA.

As fontes de pesquisas para comprovar a ligação com sefarditas são muitas e você pode descobrir outros à medida que avança nas suas pesquisas. Desejamos sucesso em sua pesquisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here