Como encontrar os documentos dos seus avós e bisavós

0
91

Os documentos dos seus avós é bisavós são importantes para que você avance no seu processo de cidadania portuguesa pelos sefarditas. Muitos candidatos não conseguem confirmar a viabilidade dos seus processos e avançar nas pesquisas apenas pela falta dessas certidões.

Preparamos aqui algumas orientações sobre os documentos mais importantes dos seus avós e bisavós e onde poderá encontrá-los. Você vai ver que a sua pesquisa vai avançar!

1. Certidão de nascimento

Por quê?

Nas certidões de nascimento você localiza todos os dados pessoais mais importantes: nome completo do registrado, data e local de nascimento, nome dos pais e nome dos avós.

Mas vale uma ressalva: registros de nascimento mais antigos, baseados nos assentos paroquiais da Igreja Católica, nem sempre trazem o nome completo da pessoa, registrando apenas o primeiro nome e, muitas vezes, apenas os nomes dos pais, mas são fundamentais para estabelecer a filiação e vínculos das gerações mais antigas.

Onde encontrar?

Caso não disponha do documento, você pode solicitar uma segunda via no cartório de registros civis da cidade de nascimento do registrado. Por isso, é importante sempre buscar o máximo de informações sobre seus antepassados junto aos membros de sua família, que podem dar pistas de onde as gerações anteriores nasceram.

VOCÊ PODE COMEÇAR A SUA ÁRVORE GENEALÓGICA.

2. Certidões de casamento

Por quê?

Assim como as certidões de nascimento, as certidões de casamento trazem os nomes completos dos noivos, datas e locais de nascimento, nomes dos pais e, em alguns casos, até mesmo os nomes dos avós. Além disso, a prática da mudança de nome das esposas torna este documento importante para estabelecer a linhagem materna.

Onde encontrar?

Assim como a certidão de nascimento, a de casamento pode ser solicitada junto ao cartório de registro civil da cidade onde foi realizado. No caso de documentos muito antigos, com mais de 200 anos, por exemplo, a pesquisa deverá ser feita nos arquivos públicos da cidade.

3. Certidão de óbito

Por quê?

Nessas certidões é possível encontrar data e local de nascimento do falecido, bem como sua filiação e, em muitos casos, o nome de seu cônjuge. Assim, o documento estabelece vínculos com a geração anterior e pode dar pistas de onde e a partir de qual período a busca de informações dos antepassados deve prosseguir.

Onde encontrar?

Os registros de óbito podem ser solicitados junto ao cartório de registro civil da cidade onde a pessoa faleceu, por isso é fundamental obter esta informação junto aos familiares.

VOCÊ PODE COMEÇAR A SUA ÁRVORE GENEALÓGICA.

4. Assentos paroquiais

Por que?

Trazem diversas informações importantes que, de outra forma, teriam se perdido com o tempo. São documentos mais complicados de se pesquisar, pois são escritos com caligrafia antiga (e linguagem antiga, a depender do período). Neles se pode encontrar desde os registros de batizados, casamentos  e óbitos (com o nome dos pais e, em alguns casos, dos avós e locais onde viviam). Contudo, nem todo pároco registrava tantas informações. Em muitos registros de nascimento, por exemplo, constam apenas o nome do registrado e de seus pais e padrinhos.

Vale ressaltar que a pesquisa requer alguns critérios que só a prática podem ajudar a identificar, bem como problemas de conservação deste tipo de acevo.

Onde encontrar?

Podem ser encontrados nas sedes das cúrias das cidades, mas muito material já pode ser consultado na internet, através de sites de genealogia, como o Family Search, bem como nos Centros Mórmons de História da Família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here